segunda-feira, 26 de março de 2018

Cidade de Rios e Amores



Já quase acabando o aniversário de Porto Alegre, me dou conta de que já havia compartilhado duas vezes no Facebook o vídeo, mas ainda não tinha publicado aqui a letra da canção "Rios e Amores", que me foi encomendada pelo amigo Leonardo Ribeiro, nos idos de 2002, e que ele transformou num belo samba, gravado no seu disco Ponto de Fronteira(link para ouvir o CD inteiro)

É uma das duas parcerias minhas que foram gravadas com brilho pelos parceiros (a outra é "Cerrado", com Luís Felipe Gama)

O clipe acima foi editado por Vinícius Brittes , na Oceano Produções, para exibição num Baile da Cidade, nos tempos em que esse evento aconteci no Parque Farroupilha.

RIOS E AMORES

Porto:
Alegre, mas não sem dor
Foste
destino para os casais
Passam
por ti caminhos demais
Ponto
de encontro de rios e amores

Junto
de um lago – ou rio? – imortal
Avisto
A Usina como um farol
Tinge
de ouro o céu outonal
Festa
de cores no Pôr-do-Sol 

Montes
com a cidade a seus pés
Águas
que sempre são outras águas
Ventos
que brincam pelas calçadas
Gente
sem a qual tu nada és

Muitos
o teu mapa percorreram
Poucos
como Quintana te leram
Passo
a vida a te decifrar
Guardas
mistérios como o luar

Porto
dos sonhos de quem migrou
Longe
de casa veio encontrar
Muitos
amigos pra repartir
Portas
abertas pra quem chegar


sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Um poema atravessa a avenida

Inauguramos o ano novo por aqui com um poema não apenas inédito, mas até experimental. O texto é indissociável da sua apresentação visual, modalidade que não é bem a minha praia, ainda que aprecie. Ao custo de um pequeno incômodo, que é ter de virar o seu computador de cabeça pra baixo, ele oferece ao leitor mais de uma possibilidade de "roteiro" para o passeio, quer dizer, a leitura. Descubra o(s) seu(s).

Tem uns dias de atraso, vá lá, mas fica como uma singela homenagem pessoal a Sampa (ou Paulicéia Desvairada, que aniversaria em 25 de janeiro), que andei visitando com mais frequência no ano passado e retrasado, por causa de um curso que fui fazer por lá.